Image and video hosting by TinyPic

Visite-nos também no 

Caminhar na Mata da Machada

14-10-2012 16:30

A actividade teve início no largo de estacionamento em frente ao portão da entrada da Escola de Fuzileiros.

Os técnicos do CIMO fizeram as apresentações aos participantes, e respectivas recomendações sobre pedestrianismo, com abordagem sobre a temática do percurso e meio ambiente.

A marcha iniciou-se às 08:35 h, fazemos o percurso no sentido contrário aos ponteiros do relógio.

 Passamos junto ao parque de merendas e caminhamos até junto á rede da Penalva, que fomos mantendo ao nosso lado durante algumas centenas de metros, até descermos para a linha de água onde está a pequena lagoa. Voltarmos a subir até ao caminho que acompanha a via rápida.

Tornamos a parar junto aos vestígios dos fornos cerâmicos dos sec. XV e XVI.

Destacamos as fontes que fomos encontrando ao logo co percurso, onde alguns caminhantes resolveram ir matar a cede. 

Terminamos a caminhada, recebemos o nosso suplemento alimentar e preparamo-nos para a 2º parte que era a visita á Escola e Museu do Fuzileiro.

Às 10 45h entramos na EF, passamos pela rua em frente ao Batalhão de Instrução, atrás da carreira de tiro em direcção ao museu.

Como estava a decorrer outra visita ao museu, para aproveitar mais uns minutos, aproximamo-nos do cais onde os nossos participantes ficaram maravilhados com a vista próxima dos Anfíbios e das embarcações (Lanchas) que estavam atracadas ao cais.

O passo seguinte e objectivo principal, foi a visita ao Museu do Fuzileiro. A grande maioria dos nossos companheiros, não conhecia a Escola de Fuzileiros.

Foi nos explicados em pormenor, todo o historial do fuzileiro, desde a sua criação no Terço Da Armada Real, Africa e guerra colonial até á data presente.

Depois de sairmos do museu passamos junto á pista do lodo e dirigimo-nos ao portão de saída da EF.

Durante toda a actividade, não houve incidentes a registar.

Foram muitos os participantes que vieram junto dos nossos técnicos e manifestaram o seu reconhecimento à organização e à qualidade do passeio, sobretudo a visita á Escola de Fuzileiros e á maneira como os seus profissionais nos receberam.

Desde o apoio para a travessia da estrada, á brilhante aula de história que recebemos e á disponibilidade de nos esclarecer sobre qualquer pergunta que lhes fazíamos.

É com orgulho que em nome do CIMO Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação, quero agradecer á Marinha de Guerra Portuguesa, ao comando da Escola de Fuzileiros por nos terem facilitado esta visita. Em especial a todos os camaradas que estavam de serviço, o excelente trabalho e simpatia com que nos receberam.