Image and video hosting by TinyPic

Visite-nos também no 

2014-02-16 Desafio do Canhão Cársico da Ota

2014-02-16 Desafio do Canhão Cársico da Ota

Da Igreja Matriz da Ota parte-se em direção aos olhos de água. O canhão flúvio-cársico da Ota é um vale muito encaixado do rio com o mesmo nome a ocidente da aldeia de Ota, no conselho de Alenquer. O canhão resulta do encaixe por epigenia* do curso do rio da Ota no maciço calcário que deu origem à serra de Ota. O rio nasce na serra de Montejunto e vai desaguar no rio Tejo.

 

O objectivo desta caminhada é a subida ao Mamelão da Ota (cerro redondo) que se faz por trilhos sinuosos de pé posto e caminhos de piso compacto de terra e pedra. O percurso acompanha densa vegetação com passagem por pedreiras de exploração calcária e aldeias típicas da região. Do cimo do Mamelão desfrutam-se vistas maravilhosas em todas as direções, com destaque para a Serra de Montejunto que nos espreita ao longo de todo o percurso. Podemos também observar o conjunto de outras serras a Norte, que forma o sistema montanhoso Montejunto Estrela, importante barreira climatérica. Para Sul, avistamos o paul, isto é, uma zona alagadiça junto do aeroporto militar (onde estava previsto a construção do novo aeroporto internacional).

 

Os trilhos que nos levam ao regresso passam por vastas zonas de eucaliptos e montados de sobro, terras agrícolas e de pastoreio. Cruzamos a antiga estrada real Rota da Malaposta. Tal como está assinalada na entrada da localidade, a Ota tinha uma estação de muda de cavalos, que servia os itinerários entre Lisboa, Caldas da Rainha e Coimbra. Na parte final do percurso vamos ao miradouro do Cabeço do Pardal com vista magnífica sobre a aldeia da Ota. Desceremos até ao rio, que o atravessaremos por poldras.

 

*Epigenia: Fenómeno que se dá quando um cristal se transforma em outro corpo sem todavia perder a sua forma cristalina primitiva.

 

Percurso: Circular, por trilhos de pé posto, caminhos de piso compacto de terra e pedra, podendo ficar enlameados nalguns troços com a presença de chuva. Apresenta três desníveis acentuados a vencer o que requer boa condição física

Local: Conselho de Alenquer, aldeia da Ota

Distância: Cerca de 20Km

Local de Partida / Chegada: Junto à Igreja Matriz da Ota

Horários: Encontro no Centro Sul em Almada – 7h30; Encontro na Ota – 8h30

Início da caminhada: 9h00

Duração da caminhada: 6-7h aproximadamente

Dificuldade: 4 (escala de 0 a 5).

Como chegar: Apanhar a A1 sentido Lisboa Porto. Saída no Carregado em direção a Alenquer. Seguir para Ota N1. À entrada da Ota virar à esquerda até à rotunda; sair na 1ª saída e continuar até ao cruzamento em forma de Y. Virar para a esquerda. A 50 metros fica a Igreja Matriz

GPS: 39º 06' 35.80'' N; 8º 59' 23.09'' W

 

A carrinha do CIMO dá apoio durante a caminhada.