Image and video hosting by TinyPic

Visite-nos também no 

Dia 14 - 9h00 - Do castelo de Sesimbra ao cabo Espichel

Dia 14 - 9h00 - Do castelo de Sesimbra ao cabo Espichel

ATIVIDADE AUTORIZADA PELO ICNF / PNARR

 

As montanhas, o mar e o sol radiante de Sesimbra criam um cenário pitoresco e propício às atividades levadas a cabo pelo CIMO. O Castelo (Mouro) de Sesimbra oferece-nos um miradouro ímpar, de vistas alargadas sobre uma vila de pescadores rodeada de montanhas e por um mar de águas cristalinas. 

Sesimbra remonta a tempos pré-históricos tendo sido sucessivamente conquistada pelos Romanos, Visigodos, Mouros e hoje pelo CIMO.

Partimos do Castelo à conquista de trilhos e vegetação mediterrânica com vistas exuberantes de praias paradisíacas e subidas que nos fazem pulsar o coração, mas que também nos oferecem vistas maravilhosas sobre o mar e o litoral Alentejano.

Já nos encaminhamos para a pitoresca aldeia da Azóia, com os seus moinhos típicos (atualmente está preservado o moinho da Azóia). Edificado em finais do século XIX, foi o moinho mais ocidental de uma rede de moinhos eólicos que existiam em vários montes virados a Sul. Laborou até finais do século XX tendo sido recentemente recuperado e apetrechado para voltar à atividade inicial.

Azóia é uma zona que oferece condições excelentes para a prática de desportos ao ar livre, tais como Pedestrianismo, Escalada, Mergulho, etc. A nossa atividade desenvolve-se na vertente Sul, entre vegetação e pedras calcárias que deram origem a várias grutas quase todas vedadas ao público. Destacamos as Grutas das Lapas que, inexplicavelmente, desapareceram.

Daqui tomamos rumo para o Forte de S. Domingos da Baralha que se localiza entre a Ponta do Cavalo e Cabo Espichel. Foi linha defensiva no século XVII, remodelado em 1640 por ordem de D. João IV. Considerado à época como defesa importante da costa da Arrábida, este forte e a capela no seu interior de invocação ao Senhor Jesus dos Navegantes, encontra-se atualmente abandonado e em ruínas.

Chegados ao Forte da Baralha podemos contemplar a Chã dos Navegantes, outrora cais de desembarque. A partir daqui tomamos fôlego para a última subida suave que nos espera até locais antes produtivos de searas típicas desta região, estamos a caminhar para o célebre farol do Espichel. A sua construção data de 1790 e está ligada à primeira iniciativa de iluminar as Costas Portuguesas, conhecidas até à segunda metade do século XVIII como Costas Negras. O sistema de iluminação foi alterado em 1883. Hoje em dia o farol tem um alcance luminoso de 26 milhas.

A caminhada aponta já para a fase final: o Cabo Espichel.

Conjunto Histórico do Cabo Espichel.

Santuário de Nossa Senhora da Pedra Mua, Igreja Senhora da Ermida da Memória, Casa dos Círios, Casa da Ópera, Casa da Água, Cruzeiro.

Cabo Espichel uma relíquia histórica com a Igreja da Senhora do Cabo, construída há mais de 600 anos, onde se destacam no seu interior pinturas barrocas e um órgão de características do final do século XVIII.

Junto da igreja fica a Ermida da Memória, de capela abobadada, nas casas de hóspedes (Casa dos Círios = Romeiros) junto a estas ficam as ruínas da casa da Ópera edificada em 1770, a Casa da Água e o Aqueduto com 2,5 Km vindo da nascente de Aldeia de Azóia e o emblemático Cruzeiro.

 

Percurso

Linear, em ambiente natural, por caminhos de pé posto e com declives acentuados. No final da caminhada o CIMO assegura o transporte dos condutores ao início da caminhada.

Local

Castelo de Sesimbra, Sesimbra

Assuntos de interesse

Natureza História Paisagens.

Informação técnica

Subidas – 3, das quais 2 longas e acentuadas

Descidas - 2 acentuadas

Distância

18Km

Dificuldade

lV  (l a V)

Local de partida

Castelo de Sesimbra, junto ao parque de estacionamento

Local de chegada

Santuário do cabo Espichel. O CIMO assegura o transporte dos condutores ao início da caminhada.

Cordenadas GPS

38º27'03.95"N - 9º06'30.48" W

Horário

Encontro 8h30; Início 9h00. Pede-se o máximo de pontualidade.

Duração

6h30 (tempo útil)

Limite de inscrições

Até 14/04/2013. Pode ser feita no local. A partir desta data é acrescida uma taxa suplementar para seguros de última hora.

Custos

O valor a pagar será apurado no dia do evento, de acordo com o número de inscritos e inclui o seguro de acidentes pessoais, reforço alimentar e despesas de apoio logístico. As inscrições de última hora não têm direito ao reforço alimentar.

Recomendações

Recomenda-se o uso de bastão.

Por razões climatéricas, o CIMO pode cancelar o evento.

Por razões de organização e segurança, os participantes devem respeitar as indicações e orientações transmitidas pelo guia e demais colaboradores do CIMO.

Cada um deve levar um pequeno estojo pessoal de material de 1ºs socorros, bem como medicamentos que esteja a tomar regularmente.

Levar roupa, agasalhos, boné ou chapéu e calçado feito ao pé, preferencialmente botas, de acordo com as condições climatéricas.

Transportar água (aconselha-se cerca de 1,5 litros por pessoa / dia) e alimentos para consumo individual.

 

Inscrições