Image and video hosting by TinyPic

Visite-nos também no 

"O MERCADOR DE VENEZA", no Teatro Azul até 11 de Novembro

29-10-2012 01:00

O MERCADOR DE VENEZA
De William Shakespeare // Encenação de Ricardo Pais

 

O MERCADOR DE VENEZA

 // Companhia de Teatro de Almada
em parceria com o Teatro Nacional São João
//

 

O que ainda se tenta resolver com esta nova versão de “O Mercador...” * é o desequilíbrio entre a Veneza sombria, multirracial e mercantil, e a beleza de portas abertas à música, de uma Belmonte supostamente cristã e paradisíaca. É a exaltação dessa diferença - que tem no tribunal um momento de “mascarada”, apoteose de todos os equívocos (religiosos, rácicos e de género) - o que move o nosso trabalho e o torna, agora em Almada, num objecto de elíptica reflexão sobre poder, finança e exclusão. O gosto pela vertigem barroca das máscaras, a multiplicação infinita a que Shakespeare sempre convida, a ignorância da questão judaica da qual o nosso país só agora parece querer sair - eis alguns traços da nossa momentânea razão de ser.
* uma primeira produção no Porto em 2008 / 2009, teve um polémico êxito de público e crítica, sem precedentes.

“Ricardo Pais” é sistematicamente comentado pelos aspectos mais insignificantes do seu trabalho, respeitado por tudo aquilo que lhe não interessa e ignorado por tudo aquilo por que tem lutado. Neste sentido qualquer currículo seu é uma inutilidade. Nasceu em 1945 e espera morrer o mais tarde possível. Enquanto não cumpre o seu sonho de comprar um jazigo em Itália, agradece a todos os que virem “O Mercador de Veneza” que estejam atentos ao seu respeito e paixão pelos Actores (que em certos momentos da sua carreira tem adquirido foros de Escola) e à sua luta cândida pela transparência narrativa e de sentido.
Ricardo Pais

 

SALA PRINCIPAL
20 OUTUBRO a 11 NOVEMBRO
Ter a Sáb às 21h30, Dom às 16h00
Duração: cerca de 2h30m c/ intervalo
M/12
 

 

Fonte: CTAlmada