Image and video hosting by TinyPic

Visite-nos também no 

20º Aniversário

26-11-2012 23:46

A actividade teve início no Sitio de Lagar de Junho a NE do Castelo de Monsanto e terminou em Idanha-a-Velha. Os técnicos do CIMO fizeram as apresentações aos participantes, e respectivas recomendações sobre pedestrianismo, com abordagem sobre a temática do percurso e meio ambiente. O Cimo congratulou-se com o elevado número de participantes com destaque para a percentagem de Jovens, o que realça bem o empenho do Cimo na divulgação das suas actividades desportivas, para que o Cimo está vocacionado. Este percurso contou com a presença de um técnico, da Camara Municipal de Idanha-a-Nova que fez a apresentação temática e cultural ao longo do percurso. Iniciámos o percurso com uma ascensão ao Castelo de Monsanto, por um caminho de calçada Romana, até à entrada da Vila de Monsanto, passando por ruas e casas históricas com realce para a casa e consultório do Dr. Fernando Namora, percorremos um novo PR 5 circunscrito a Monsanto, que seguimos até ao Castelo passando por zonas de grande beleza natural.

A visita ao Castelo ficou aquém das expectativas dos participantes, porque a chuva contínua e algum nevoeiro não permitiu vislumbrar as magnificas vistas que se podem disfrutar a partir do Castelo. Na descida para Monsanto a chuva amainou e foi possível ver as típicas casas de granito, e as furdas (pequenas casas circulares com pateo onde é criado o porco) sendo que uma delas estava habitada o que proporcionou belas fotos e curiosidade dos participantes. Junto da Torre de Lucano ou Torre do relógio o técnico da Camara fez uma palestra muito importante sobre o historial de Monsanto e locais periféricos. Descemos até Idanha-a-Velha com passagem pela mítica capela de Sº Pedro-de-Vir-a-Corça onde os participantes foram brindados com um reforço alimentar oferecido pelo CIMO. Chegámos à Egitânia Idanha-a-Velha passou por cima da grande via que outrora ligava Mérida a Bracara Augusta muito molhados mas bem-dispostos para logo de seguida visitarmos todo o seu património cultural, com acompanhamento do técnico da Camara Municipal que foi exímio nas explicações que nos deu sobre o lagar a Sé e outros locais históricos que fazem parte da riqueza cultural que tem Idanha-a-Velha. Sendo um percurso com algumas dificuldades, de desníveis que foram facilmente ultrapassadas pelos participantes, onde imperou sempre a boa disposição e o sentido positivo de todos. Apesar Sº Pedro não nos beneficiar com o tempo, que foi sempre de chuva, deu para ver a potencialidade desta zona Raiana e as suas belezas naturais.

Terminado o passeio pedestre dirigimo-nos para o parque de Campismo de Idanha para festejarmos o 20º aniversário do CIMO onde nos aguardava um belo manjar confeccionado pelo Fundador do CIMO Sr. Gonçalves a confraternização foi muito boa onde também foram distribuídas lembranças , Diplomas e Louvores a alguns Sócios do CIMO.

A actividade do dia 25 feita em Idanha-a-Nova com visitas ao Centro Cultural Raiano e Casa das Artes , Igreja Matriz e passeio urbano para apreciar as belas casas senhoriais ,o grupo do CIMO foi acompanhado por uma excelente guia da Camara local.

 Outras actividades previstas Escalada e Geocaching não foram possíveis as suas realizações.

 O CIMO Clube Ibérico de Montanhismo e Orientação, agradece encarecidamente o apoio prestado pela Camara Municipal de Almada pela disponibilidade de Transporte para os sócios do CIMO.

 À Camara Municipal de Idanha-a-Nova por todo o apoio local, Transporte, Oferta de lembranças, e disponibilidade dos técnicos que nos acompanharam.

 Agradecimentos também aos Srs Motoristas de ambas as Camaras e aos técnicos que nos acompanharam no terreno , realçamos aqui as suas qualidades profissionais, e de Simpatia.

 Para todos os que contribuíram para que o 20º aniversário do CIMO fosse possível realizar em Idanha-a-Nova onde o CIMO espera voltar o nosso Bem-haja.